← Voltar

10 Fatos Sobre o Shell do Linux 😲

Postado em
3 min de leitura

Fatos

Para iniciantes em Linux o ”Shell do linux” é uma tela preta muito complicada de operar! Mas, quando você começa a ler e pesquisar sobre ele, você acaba achando fácil e mais rápido usá-lo.

Surprise

Espero que com essa lista você aprenda e use o Shell do Linux

Vamos Aos fatos

  1. Você pode fazer quase tudo em um terminal, o que também faria a partir de uma interface GUI.
  2. A maioria dos comandos foi projetada primeiro para funcionar no terminal e, em seguida, uma GUI colocada em cima deles. É por isso que algumas GUIs podem parecer desajeitadas.
  3. O local padrão para o seu terminal abrir no menu está na sua pasta pessoal, também conhecida como ~
  4. Seu diretório atual pode ser escrito pelo . “Ponto”. A maioria dos comandos, quando atuam na seleção de pasta atual, você digita.
  5. Comandos, locais e arquivos DIFERENCIAM maiúsculas de minúsculas. / home não é o mesmo que / HOME ou / Home.
  6. Use a tecla Tab para completar os nomes dos arquivos. Se você tiver um nome de arquivo longo intitulado, por exemplo, driver-128947232jaseu.sh, basta digitar dri e pressionar a tecla Tab que preencherá o restante, desde que você não tenha dois nomes começando com “dri” e, se tiver, adicione outro caractere para torná-lo “driv” e tente novamente.
  7. Quase todo comando pode ser lido na íntegra usando a página de manual ou digitando -h ou —help após escrever o comando inicial. Essa sintaxe é: man command_name, command_name -h ou command_name --help. Decore! man de Manual. Para obter ainda mais informações, você pode usar as informações . É possível procurar um comando usando as informações command_name. Para a maioria desses comandos que fazem parte do pacote coreutils, também é possível encontrar informações usando a chamada info coreutils command_name em que command_name é substituído pelo comando procurado.
  8. Quase todo comando também pode exibir explicitamente o que está acontecendo. Isso é feito geralmente pelo -v ou —verbose
  9. Você pode especificar vários sinalizadores de comando para um comando de cada vez para obter mais informações (consulte por exemplo ls -al).
  10. Os nomes dos comandos nem sempre são completos devido às limitações de espaço nos velhos tempos do Unix, eles foram encurtados pois antigamente 1mb era muito espaço.

Eu sei que após ler esse post você testou todos os comandos em seu terminal e aprendeu que ele não é tão difícil assim!

Dúvidas? Críticas? Conselhos? Deixe tudo nos comentários !

💁‍♂ Isso é tudo Pessoal!

TutoriaisShellLinuxFatos LinuxShell tutoriaisTerminalLinux TerminalMintUbuntuFedoraTela preta do linux